“Invasão” – O primeiro crossover de super-heróis do CW.

buhxd7k

Os super-heróis da DC Comics que ganharam suas aventuras na televisão pelo CW (da Warner Bros.) se reuniram em uma fantástica aventura. O primeiro crossover dos personagens marca o encontro da Supergirl, Arqueiro Verde (Arrow), Flash e as Lendas do Amanhã (Legends of Tomorrow) num arco de histórias baseado na saga “Invasão”, lançada nos quadrinhos em 1988.

Tanto na trama de Bill Mantlo, quanto nos quatro episódios que compõem a adaptação, os super-heróis precisam lutar contra uma raça alienígena conhecida como Dominadores, que na falta do que fazer, decidem conquistar a Terra. Claro que nas páginas dos quadrinhos, os invasores enfrentaram os personagens do primeiro escalão da editora, como a Mulher-Maravilha e o Superman.

dc_09-cover9_0550_v2.JPG

Mas se na televisão não temos os grandes nomes do Universo DC, pelo menos os produtores procuraram contar uma história com o clima mais próximo dos “comics”. Se no cinema os heróis se deparam com uma aura sombria e mais próximo da realidade, na T.V. a aventura é recheada de referências e citações aos quadrinhos e mesmo aos desenhos animados. A maior parte delas graças aos nerds de plantão, já que cada série tem o seu, com destaque para Cisco e Felicity, de “Flash” e “Arrow” respectivamente.

Em meio a tantas referências, a melhor é mesmo o hangar dos Laboratórios S.T.A.R., uma cópia quase idêntica da Sala da Justiça do desenho animado “Super Amigos”. Cada vez que a imagem externa surge na tela, aumenta a esperança de que um dia aquele local será o quartel-general dos super-heróis, tanto os que já atuam, quanto aqueles que chegarão. Sim, porque mais personagens estão a caminho nas quatro atrações.

news-00102861-the-cw-superhero-crossover-event-invasion-photo-01

Um aspecto interessante sobre a história e a ligação entre as séries é o fato de que o Flash na maior parte das vezes é responsável pelos eventos que acarretam consequências (muitas delas trágicas) para os demais personagens. A DC Comics vem nos últimos anos conferindo uma importância cada vez maior ao Velocista Escarlate, transformando-o não mais no homem mais rápido do mundo, mas também no principal artífice das transformações sofridas pelos universos da editora.

Pra quem não acompanha com regularidade as séries, esse é um problema. Já que vários fatos citados nos episódios fazem referência ao “Ponto de Ignição”, ocorrido nos primeiros episódios da terceira temporada de “Flash”, quando o herói mudou seriamente a linha temporal. Ainda assim, a diversão não se compromete, principalmente, quando os personagens estão reunidos.

star-labs-hall-of-justice-214351

O destaque vai para a Supergirl, convocada por Flash para ser a força alienígena contra os invasores. A personagem de Melissa Benoist mostra porque é a garota mais poderosa do mundo. Todos ficam literalmente a seus pés. Também são ótimos os diálogos entre os personagens, que como em todo crossover, têm suas diferenças antes de lutarem pela mesma causa.

A aventura também serve para comemorar o centésimo episódio de “Arrow”, que mesmo com tantas críticas, foi a série que iniciou todo esse caminho do retorno dos heróis dos quadrinhos em carne, osso e super poderes na televisão. A DC e a Warner estão na dianteira nesse quesito em relação à principal rival, a Marvel, que mantém sua hegemonia no cinema.

crossover-dc-invasion

Aliás, a “fórmula Marvel” de humor e aventura parece ter sido usada nos episódios, com as já citadas referências e uma cena muito parecida ao combate entre heróis de “Capitão América – Guerra Civil”. Quando super-heróis e alienígenas se enfrentam em campo aberto, não há como não lembrar a cena do filme.

A única ressalva negativa que tenho é o fato de que a Supergirl ainda pertence a um universo diferente dos demais heróis. Suas aventuras se passam na Terra 38 (uma alusão ao ano de lançamento do Superman), ou seja, é necessário um portal dimensional para que haja o encontro dos personagens. Quem sabe no futuro não teremos uma “Crise nas Infinitas Terras” que unifique todos os universos? Pode apostar que novos encontros estão nos planos do canal CW.

Invasion

A unificação é importante, pois no universo do Arqueiro Verde e Flash, por exemplo, não existem Superman e Batman, assim como no da Supergirl não há Oliver Queen, Barry Allen e os heróis viajantes no tempo. É provável que a DC e Warner não queiram misturar os universos da televisão e do cinema por enquanto. Se bem que teremos um Flash na telona e já tivemos um Superman na telinha. Se nos quadrinhos tudo é possível, por que fora deles também não seja?

Com certeza, a experiência é das melhores ao assistir a aventura “Invasão”, principalmente, se você é fã de histórias em quadrinhos e aventura. Que venham mais encontros e por que não, uma série com o Batman de verdade, a Mulher-Maravilha e o Homem de Aço, afinal, já temos um bom cenário sendo construído. E antes que eu me esqueça…

Enquanto isso, na Sala de Justiça.

Anúncios

2 comentários sobre ““Invasão” – O primeiro crossover de super-heróis do CW.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s