Super-Homem: O retorno à televisão.

legiao_seodrz709vyutzjdy5f8m6vowb13iweplkgnjxn2th

É inegável! O filme “Superman”, de Richard Donner, lançado em 1978, é uma das obras mais referenciais na história do cinema baseado nos quadrinhos. Novos filmes, seriados e até mesmo, “gibis” sempre bebem desta fonte ao contar novas aventuras. Os fãs sempre agradecem!

Os dois primeiros episódios da segunda temporada de “Supergirl” (que estreia por aqui na próxima quarta, dia 26 de outubro na Warner) são recheados de referências à obra de Donner. Desde personagens remodelados como a senhorita Tessmacher, que agora é secretária de Cat Grant (Calista Flockhart) até citações a fatos ocorridos no filme, como o terremoto na Califórnia.

superman640

Mas a melhor referência não poderia deixar de ser a participação do próprio Homem de Aço na aventura. Desde o final de “Lois e Clark”, não víamos o Superman em carne e osso na televisão (a última cena de “Smallville” não conta), o que atraiu a atenção das pessoas pela nova encarnação do personagem.

Quando o ator Tyler Hoechlin apareceu envergando a capa vermelha e o uniforme azul, muita gente criticou a escolha dos produtores. Disseram que ele não tinha “cara de Superman”, nem que o uniforme ficou bom. De fato, ficou um tanto estranho, ainda mais o comparando à recente versão vista nas telas do cinema de Henry Cavil em “Batman vs. Superman – A origem da Justiça”.

tyler-hoechlin-transforming-photo4

Mas por ser diferente é que o “novo” Superman chamou positivamente a atenção do público. Novamente citando o filme de Donner, o herói é muito parecido com o que vimos na inesquecível interpretação de Christopher Reeve. É o bom e velho escoteiro que luta pela paz e justiça, buscando ser um exemplo para as pessoas.

Ele é simpático com seus fãs e sempre procura dar bons conselhos. E mesmo com efeitos visuais limitados, protagoniza bons e empolgantes momentos de ação nas cenas de combate. E a relação que tem com sua prima Kara/Supergirl (Melissa Benoist) é bem construída, mesclando momentos em que ele age como o conselheiro experiente e outros em que se encabula diante da prima.

tyler-hoechlin-clark-kent-on-supergirl-set-06

E a boa interpretação de Hoechlin fica ainda melhor quando ele vive o repórter Clark Kent. Justificando a teoria de Bill (David Caradine) em “Kill Bill – Vol. 2” (quem assistiu, sabe), o alter-ego do Superman está muito próximo da versão de Reeve. O personagem age de maneira atrapalhada e ingênua diante dos demais, a fim de manter em segredo sua identidade.

Pelo jeito a DC Comics quer evitar a versão “Novos 52” do Super-Homem em suas produções a partir de agora. Nos quadrinhos o personagem será substituído pela versão que todos conhecemos, ou seja, aquele que “desapareceu” no recomeço do universo nas páginas das revistas. E já houve rumores, ainda que desmentidos pelos produtores dos seriados, de que o “último filho de Krypton” pode estrelar uma nova série televisiva. Vamos aguardar.  

PARA O ALTO E AVANTE!

main-qimg-ce369d7131075b8d3641290cef737e9e-c

Super-Homem e Supergirl desenhados por Michael Turner.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s