“Marada, a Mulher-Lobo”.

Nos anos 80, a MARVEL COMICS lançou um selo chamado EPIC (mais tarde uma revista regular) para apresentar histórias de ficção científica e fantasia, criadas pelos mais diversos nomes dos quadrinhos da época. Além das tramas mais adultas e de artes fora do padrão tradicional, a editora permitiu que os direitos das obras estivessem 100%…

Crítica: “Pantera Negra”.

Em 1966, Stan Lee e Jack Kirby criaram um super-herói para representar de maneira necessária e precisa tanto os afro-americanos, como todos os afrodescendentes do mundo. Força, coragem, heroísmo, distinção e liderança eram atributos que o Pantera Negra possuía, tanto para representar a luta dos negros por seus direitos e ideais, como para sucumbir com…

Resenha: “Anavitória” (2016).

Com o ressurgimento do gênero sertanejo na MPB, capitaneado pela cantora e compositora Paula Fernandes, o mercado musical voltou seus olhos para novas cantoras nos últimos anos. Diversas duplas e cantoras-solo apareceram com suas canções românticas e algumas bem-humoradas, no estilo que ficou conhecido popularmente como “sofrência”. No meio dessas canções e suas intérpretes, uma…

Crítica: “Star Wars – Os últimos Jedi”.

Antigamente, os filmes e seriados, principalmente de aventura, tinham roteiros simples e ótimas sequências de ação. O jovem cineasta George Lucas apostou nessa fórmula e lançou sua saga “Star Wars” no fim dos anos 70. Sua criação se tornou um dos maiores símbolos da cultura do século XX e continua arrebatando fãs de todas as…

Crítica: “Liga da Justiça”.

Por mais de duas décadas os fãs aguardavam a chegada do filme com os super-heróis mais poderosos dos quadrinhos da DC. Capitaneados pela Trindade (Superman, Batman e Mulher-Maravilha), finalmente a Liga da Justiça ganha seu primeiro longa-metragem no cinema, sob a direção de Zack Snyder, um dos criadores do novo universo cinematográfico da “editora das…

Crítica: “Thor – Ragnarok”.

O terceiro filme do “deus do trovão” da Marvel Comics é de longe o mais divertido da série. E não somente pela sucessão de piadas, que recheiam a história. Mas também pelas batalhas, pelos personagens carismáticos e pela envolvente trilha sonora, que vai de Led Zeppelin a trilha de “A fantástica fábrica de chocolates”. A…

Crítica: “Planeta dos Macacos – A origem” (2011)

A retomada do universo criado por Pierre Boulle, autor de “La planète des singes” (1963) se deu em 2011, com a produção assinada pelo diretor Rupert Wyatt. Baseada levemente no roteiro do quarto filme da franquia original, “A conquista do Planeta dos Macacos” (1972), o filme conta o que poderia ser o início de toda…

Jerry Lewis: O último mestre da comédia.

Hoje, dia 20 de agosto de 2007, o mundo chora a morte do ícone da comédia no cinema. Jerry Lewis nos deixa aos 91 anos de uma vida marcada por risos e dramas. Por mais de quarenta anos, divertiu plateias do mundo inteiro com seus tipos atrapalhados e ingênuos, que sempre aprontavam, mas se davam…